Corpo livre: Tulipa Ruiz lança videoclipe em ode à liberdade dos corpos (e mentalidades)

0 Flares 0 Flares ×
Foto: Chapati Imagens / Reprodução Facebook

“Há quem duvide de que todo aquele que perverte o corpo esconde a si mesmo?
E de que todo aquele que profana os vivos seja tão perverso quanto quem profana os mortos?
E se o corpo não valer tanto quanto a alma?
E se o corpo não for a alma, o que será a alma?”

Eu canto o corpo elétrico – Walt Whitman (1855)

Na quinta-feira (14), a cantora Tulipa Ruiz lançou o videoclipe Pedrinho. A canção faz parte do último disco lançado Tu (2017) e também está em seu primeiro álbum, o Efêmera (2010). A idealização do videoclipe é de Pedro Henrique França junto com os também diretores e roteiristas Fábio Lamounier e Rodrigo Ladeira

O vídeo começa com um fragmento da poesia de Walt Whitman e aos poucos, o videoclipe em si se torna uma grande e poderosa poesia também, com corpos que aos poucos se desnudam em efeito dominó. Há uma ode à liberdade que é anterior a nudez em si. Em nosso tempo falar sobre o nu e em masculinidades diversas, que estão para além daquilo que se pode ver fisicamente, é revolucionário. 

Existe no vídeo uma explícita relação com os acontecimentos no campo das artes envolvendo censura e perseguição. O toque no pé de um Pedrinho em outro, nos remete diretamente a performance La Bête (O bicho) do artista Wagner Schwartz no MAM em São Paulo. Situação que rendeu ao artista inúmeras perseguições e ameaças de morte. Em conversa com a Marie Claire, o idealizador, Pedro Henrique França, junto com Fábio Lamounier e Rodrigo Ladeira, dizem que:


Depois que viralizou um vídeo de uma criança, que estava acompanhada da mãe, tocando nele virou uma gritaria dos grupos conservadores. E tínhamos acabado de passar pela censura do Queermuseu, em Porto Alegre. Então primeiro o clipe vem de uma ‘ei, que censura é essa?’. A arte não deve ser censurada, a arte é uma ferramenta liberdadora, questionadora, para o desenvolvimento humano da sociedade. E em segundo, a questão ‘por que o corpo nu incomoda tanto?’, por que erotizamos tanto, demoramos para aceitar a se olhar nu”

O videoclipe conta com nove meninos – nove diferentes corpos e subjetividades – que encarnam o estado de espírito livre de Pedrinho. Que nos deixemos tocar pela sensibilidade que o vídeo traz e que o corpo seja festa. Uma bela obra para se ver mais de umas dezenas de vezes. 



FICHA TÉCNICA
Música 
“Pedrinho” – Tulipa Ruiz

Idealizador
Pedro Henrique França

Direção e roteiro
Fábio Lamounier, Pedro Henrique França e Rodrigo Ladeira


Fotografia e Montagem
Fábio Lamounier e Rodrigo Ladeira (DOMA02)


Assistência de Direção e Fotografia
Rony Hernandez


Color Grading
Pedro Furtado


Ator convidado
Kelner Macêdo


Preparador de elenco
Lucas Resende


Pedrinhos
Andrez Leite
Bernoch
Lucas Resende
Lucas Silvestre
Pedro Henrique França
Pedro Lacerda
Renan Menegazzi
Rony Hernandes
Thiago Loreto


Figurino
Armando Algo


Assistente de Figurino 
Fabio Rodrigues


Maquiagem
André Mattos


Produção e Assessoria de Imprensa
Érica Januário, Fernanda Couto e Pedro Henrique França


Making of
Biel Machado e Iza Campos (CHAPATI IMAGENS)


Agradecimentos
Janaína Rueda (Dona Onça e A Casa do Porco), Leticia Melo, Luciana Orvat e Felipe Daros (Estúdio Claraboia), Restaurante Tavares, Winny Choe 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About FRRRK Guys