Polinésia: Foi encontrado kit de tatuagem com 2.700 anos, feito com ossos humanos

0 Flares 0 Flares ×
Kit de tatuagem foi redescoberto por pesquisadores. Foto: Langley, ET AL/Reprodução

A história da tatuagem mundial tem sido revirada e renovada no começo de 2019. Depois de noticiarmos AQUI a descoberta nos EUA das agulhas de tatuagem com 2.000 anos, agora foi divulgada a notícia que descobriram um kit de tatuagem feito na Polinésia e que tem rendido novas pesquisas, hipóteses e descobertas sobre a milenar técnica de marcar a pele.

A pesquisa publicada em 01 de Março de 2019 no Journal of Island and Coastal Archaeology, apresentou um artefato entendido como uma espécie de kit para tatuar, por enquanto o mais antigo de toda história, com 2.700 anos de idade. São quatro pequenos pentes, dois deles produzidos com ossos humanos e os demais com ossos de aves marinhas.

Assim como as agulhas encontradas na América do Norte, o artefato estava guardado há décadas em uma universidade australiana. Ele foi encontrado em 1963 na Ilha de Tongatapu na Oceania. Após uma avaliação dos arqueólogos, traçou-se a hipótese que – de fato – pertenciam ao reino de Tonga. A pesquisa e o estudo foram realizados pelos arqueólogos Geoffrey Clark e Michelle C. Langley, ambos de universidades da Austrália.

A dupla escreveu no artigo Ancient Tattooing in Polynesia que:

“Pentes de tatuagem feitos de osso humano podem significar que as pessoas foram permanentemente marcadas por ferramentas feitas a partir dos ossos de seus parentes — uma maneira de combinar memória e identidade em suas obras de arte.”

Ao lado dos pequenos pentes, originalmente se encontrou um pequeno pote, provavelmente contendo tinta para se tatuar.

Material apresentado no artigo Ancient Tattoo in Polynesia. Foto: reprodução

Quando falamos que a modificação corporal é uma prática milenar, significa lembrar, como noticiou a Revista Galileu, que em 2016 arqueólogos encontraram vidro vulcânico com 3 mil anos de idade que provavelmente foi usado para tatuar nas Ilhas de Salomão, na Melanésia. E as primeiras evidências de uma tatuagem datam de 5.300 anos atrás, pelos estudos feitos em múmias egípcias.

No site The Conversation os pesquisadores escreveram sobre a dificuldade em conseguir informações sobre a história da tatuagem na Oceania:

“Na Oceania, não temos múmias para nos ajudar a descobrir quando a tatuagem apareceu pela primeira vez porque a pele não sobrevive às nossas condições tropicais adversas.”

A mesma dificuldade já havia sido mencionada pelos pesquisadores das agulhas nos Estados Unidos. No entanto, ir em busca das ferramentas para se perfurar e marcar a pele, pode abrir um novo e profundo campo de investigações, aliado com as novas tecnologias.

O que sabemos até agora é que a tatuagem esteve nos povos do Pacífico há mais de 3.000 anos. Muitas novas descobertas ainda surgirão. Não tenham dúvidas disso. A tatuagem é cultura que rasga o espaço e o tempo. Indelével!

REFERÊNCIAS

Ancient Tattoo in Polynesia
https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15564894.2018.1561558

World’ oldest tattooist’s toolkit found in Tonga contains implements made of human bone
https://theconversation.com/worlds-oldest-tattooists-toolkit-found-in-tonga-contains-implements-made-of-human-bone-109427

Kit de tatuagem de 2,700 anos feito com ossos humanos é encontrado
https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2019/03/kit-de-tatuagem-de-2700-anos-feito-com-ossos-humanos-e-encontrado.html

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About FRRRK Guys