Recicla-te ou te devoro: das relações que temos com o lixo e além dele…

0 Flares 0 Flares ×

Cristiano da Cooperativa ReciFavela. Foto: Reprodução / Youtube

Muita gente não percebeu ainda, mas é urgente pensar sobre a nossa relação com o lixo e, principalmente, mudar alguns hábitos. Diversas campanhas de conscientização estão acontecendo nas mais variadas áreas, falaremos aqui da “Separe. Não Pare“. 

Separe. Não Pare é um movimento para informar, inspirar e mobilizar a população a separar e descartar corretamente os resíduos domésticos e que conta com o apoio da ONU – Meio Ambiente e da Coalização Embalagens. Recentemente a youtuber Jout Jout fez uma incrível matéria sobre a ação. 

O vídeo acima bastante educativo, nos ajuda a saber um pouco mais em como podemos colaborar com os processos que envolvem a reciclagem. Não só isso, nos lembra que muitas famílias e pessoas, vivem justamente desses processos de reciclagem e traz depoimentos com essas trabalhadoras e trabalhadores. Aline da Cooperativa ReciFavela diz que são 800 mil pessoas trabalhando com isso no Brasil. Classe trabalhadora organizada, que tem mulheres na liderança e que através desse trabalho tem conseguido a retomada dos estudos. Cristiano, da mesma Cooperativa, lembra que trabalham com eles pessoas LGBT+, refugiadas, faveladas, em situação de rua, tatuada e todas aquelas que usualmente são excluídas da sociedade. O lixo para essas pessoas se torna uma oportunidade de mudança, em suas palavras, o que abre uma enorme brecha para gente pensar sobre nós – enquanto sociedade -, não apenas em como nos relacionamos com o lixo, mas como nos relacionamento uns com os outros. 

É possível encontrar vários pontos de coleta fazendo uma breve pesquisa no Google, usualmente os websites das Prefeituras facilitam nesse sentido. Em Osasco, cidade onde estamos, recentemente foram inaugurados diversos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), a meta é que até 2018 esse número chegue em 250. Abaixo alguns endereços uteis de onde você pode levar o seu lixo:

Parque Chico Mendes – 3
Rua Lázaro Suave, 15, City Bussocaba

Pet Parque – 1
Avenida Franz Voegelli, 930, Jardim Wilson

Parque Ecológico Manoel Manzano – 1
Rua Musical, s/n, Parque dos Metalúrgicos
 
Parque João Agostinho Bezerra – 1
Rua Joaquim Gutierrez, 65, Bela Vista
 
Parque Dionísio Alvarez Mateos – 3
Rua Georgina, 64, Jardim das Flores
 
Escola Parque Inácio Pereira Gurgel – 1
Rua Nossa Senhora do Rosário, 506, Alto do Farol
 
Parque Clóvis Assaf – 2
Avenida Pinheiro, s/n, Cidade das Flores
 
Parque Ecológico Ana Luiza Moura Freitas – 2
Rua David Silva, 111, Piratininga
 
Parque Ecológico do Jardim Bonança – 2
Avenida Juscelino Kubistchek de Oliveira, 615, Jardim Bonança

Separe. Não pare!

CONTATO
http://separenaopare.com.br/
https://www.facebook.com/separenaopare/

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About T. Angel

No cenário da modificação corporal brasileiro desde 1997, inicialmente como entusiasta e posteriormente atuando no campo da pesquisa. Parte de seu trabalho está incluso no livro "A Modificação Corporal no Brasil - 1980-1990" e grande parte depositada aqui no FRRRKguys.com.br.