Site lista coisas que considera bizarras

0 Flares 0 Flares ×
Foto: © SergeBertasiusPhotography/depositphotos

“A modificação corporal é um legado social, cultural, político, artístico, logo, histórico da humanidade. Um patrimônio efêmero, um legado precioso e sagrado.”
Manifesto Freak

Estamos terminando 2018 e o que desejamos para o ano novo é que as pessoas aprendam a respeitar as diversas culturas ao redor do mundo quando resolverem escrever sobre elas. Que possam perceber que alguns julgamentos moralizantes sobre estéticas são reafirmações racistas e xenófobas e que precisam parar. Toda vez que vamos entrar nessas discussões lembramos do clássico texto Ritos Corporais entre os Nacirema (1976) de Horace Miner.

No dia 26 de Dezembro de 2018 a fanpage Climatologia Geográfica – com seus mais de 5 milhões de seguidores – compartilhou uma publicação do site Mistérios do Mundo com o título 10 coisas bizarras que são consideradas como padrões de beleza ao redor do mundo escrita em 2017. Ambos parecem ter uma parceria, considerando que a fanpage frequentemente replica o conteúdo do site.

Foto: reprodução/Facebook

A primeira coisa que precisa ficar muito clara antes de prosseguirmos é que a noção da beleza é subjetiva e poderíamos ficar séculos conversando e nunca chegaríamos em lugar algum. O que é belo? O que é feio? Quem define as regras? Entendam: padrões de beleza estão no campo da subjetividade humana e são construções sociais e histórias que variam temporal e geograficamente. Queremos dizer com isso que o que achamos belo no Brasil de 2018, provavelmente não seria entendido enquanto tal no Brasil de 1930 (e aqui nem entramos no mérito das variações estéticas regionais). Nós precisamos ter apenas sensibilidade e cuidado com os julgamentos que vamos produzir a partir dessas leituras. A não ser que você seja mais uma pessoa limitada e rasa que não se importa em respeitar as culturas diferentes das suas.

Continuando, a fanpage citada se assume como divulgadora de ciência para a população e aqui teríamos o primeiro problema uma vez que ciência envolve método, rigor, ética e sobretudo aprofundamento. O que não condiz muito em compartilhar – sem se fazer crítica alguma – materiais mergulhados em senso comum que zombam e contribuem com a estigmatização de corpos e culturas, sobretudo aquelas que não são ocidentais e que não são brancas.

O site lista 10 coisas que no entendimento deles é bizarro, dentre as quais algumas técnicas de modificações corporais. O conteúdo tem um alto teor racista e xenófobo, percebam a origem das 10 coisas que o site considera bizarra:

1 – Japão
2 – Papua Nova Guiné
3 – Coreia do Sul
4 – Mauritânia
5 – Irã
6 – China e Tailândia
7 – Povo Fula
8 – Myanmar
9 – Povo Mursi
10 – Tajiquistão

Culturas complexas e diversas não ocidentais e não brancas são reduzidas em bizarras nas palavras de um homem branco ocidental do século XXI e, isso é bastante problemático, por estar em sintonia com a premissa da colonização do século XV.

Ainda, essa discussão toda no lembra muito de uma entrevista de 1994 da islandesa Björk para a Folha de São Paulo, ao ser questionada sobre ser considerada exótica:

Sou exótica comparado com quem, com Meatloaf? Acho que rotular alguém de exótico é racismo. Alemães acham havaianos exóticos e talvez aí no Brasil, vocês achem os esquimós exóticos. As pessoas só querem ter algo para dizer, do tipo “como ela é estranha, esquisita”, não querem lidar com os fatos, isso me irrita.”

Ao que parece as pessoas seguem querendo ter esse algo para dizer sobre o outro, no sentido de retirar valor, legitimidade ou para fomentar a zombaria. Quem sabe para mostrar a gasta supremacia da branquitude ocidental, são tempos difíceis. Não sabemos a intenção. O que sabemos é que o imaginário do homem branco ocidental está preso no tempo. Precisamos quebrar essas amarras e, enquanto isso não acontece, é fundamental e urgente aprender a tratar com respeito as pessoas, seus corpos, suas subjetividades e culturas.

Se queremos escrever sobre determinados assuntos, em nome da ciência ou do entretenimento, precisamos nos educar e ter responsabilidade sobre o que produzimos. Melhoremos!

FONTE:

10 coisas bizarras que são consideradas como padrões de beleza ao redor do mundo
https://misteriosdomundo.org/10-coisas-bizarras-que-sao-consideradas-como-padroes-de-beleza-ao-redor-do-mundo/

Björk nunca quis ser cantora
https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/3/18/ilustrada/31.html

Ritos corporais entre os Nacirema
https://www.algosobre.com.br/sociofilosofia/ritos-corporais-entre-os-nacirema.html

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About FRRRK Guys

Plataforma criada em 2006 que vive, investiga e fomenta a cultura da modificação corporal e diferentes usos do corpo.