Uma conversa muito necessária sobre a modificação do corpo em uma entrevista exclusiva com Corey Morgue

0 Flares 0 Flares ×

Fotos: Arquivo de Corey Morgue

1796692_201039270094834_459888363_n
Em alguns momentos nós precisamos parar e ouvir.
Confira a entrevista exclusiva que fizemos com o body modifier Corey Morgue dos Estados Unidos.

T. Angel: Quando começou o seu interesse por modificações corporais?
Corey Morgue: Eu comecei a ter interesse aos 12 anos de idade ou algo assim… Tudo teve início quando comecei a ver as pessoas com os lóbulos que eram maiores que 25 mm, eu fiquei imediatamente interessado. Comecei a fazer algumas pesquisas online e olhar para a mídia de vários piercings e alargadores. A essa altura eu já comecei a planejar alguns piercings para mim mesmo.

 

T. Angel: Quando você começa a se modificar?
Corey Morgue: Na tenra idade de 14 anos comecei a minha jornada para ter minhas ambas orelhas furadas, e então meu labret (DIY = faça você mesmo), e depois a minha língua. Eu comecei a me modificar muito cedo na vida, mas nada que poderia me impedir de conseguir um emprego. Pouco depois dos meus lóbulos das orelhas e língua cicatrizarem comecei a dilatá-los – era quase natural, como eu supostamente deveria estar fazendo isso. Lembro-me de meu último ano de escola, eu tinha 3 piercings nos lábios, meu bridge, meu septo, e os meus lóbulos das orelhas em 22 mm. Quando eu terminava a escola a minha língua tinha 10 mm, porque eu estava me preparando para dividi-la ao meio. Uma vez que eu tinha todos os suprimentos necessários, cuidadosamente eu cortei o pouco de pele da frente do barbell com alguns golpes da lâmina e depois a minha língua foi dividida ao meio. Eu estava com medo, orgulhoso, animado, mas o mais importante eu estava aliviado. Com o tongue splitting foi quando eu percebi que a modificação do corpo era algo que eu realmente gostava.

74751_144052565793505_1506549757_n1912458_215682268630534_1386227937_n                                                                    (Antes das modificações faciais)

 

T. Angel: Sabemos que você é um modifier agora. Conte-nos como tudo começou. O que você considera necessário para alguém se tornar um modifier?
Corey Morgue: Eu não tinha planos de me tornar um profissional da modificação do corpo. Sempre quis ser um tatuador, mas não tinha a habilidade de desenhar, ou assim eu pensava. Então, em vez disso peguei a perfuração do corpo, e com o passar do tempo eu finalmente encontrei as pessoas certas, aprendi algumas coisas sobre escarificação. A emoção de fazer scar me motivou a desenhar, mais e mais, em seguida caminhei para o trabalho com bisturi leve, trabalhando com a escultura de lóbulo e bifurcação de língua. Basicamente uma coisa levou a outra e hoje eu ofereço uma variedade divertida de serviços de modificação do corpo.
Se o seu sonho é se tornar um profissional da modificação do corpo, tome o seu tempo. O ensino e a paciência são as únicas maneiras de você ter sucesso. Você não pode simplesmente decidir que acha que é um profissional durante a noite e começar a experimentar nas pessoas. Conheça os seus limites e fique em sua zona de conforto. Comece com a aprendizagem da perfuração do corpo, tenha uma aula de anatomia, participe de seminários, encontre um profissional da modificação do corpo disposto a te receber como aprendiz. Vá devagar e domine uma coisa de cada vez e não se sobrecarregue.

 

T. Angel: Vamos falar sobre o seu corpo. Quais tipos de modificações você fez e o que mais vem pela frente?
Corey Morgue: Nem mesmo um ano atrás eu era um cara “normal” com apenas uma língua dividida, alguns piercings e algumas tatuagens escondíveis. Quando eu tive o meu globo ocular esquerdo tatuado de preto eu cheguei ao ponto do não retorno… O profissional que fez o meu eyeball tattooing me ofereceu uma escarificação gratuita, então eu decidi ter um sorriso perverso marcado no meu rosto, do mesmo lado do meu eyeball preto. Então, ali o meu “lado negro” começou a ganhar vida e minha ideia se desenvolveu mais e mais. Depois de alguma reflexão intensa eu decidi ter a tatuagem de uma “infecção” em volta do olho para esconder um pouco do tecido subcutâneo enegrecido, e então o meu “lado negro” ficou finalmente vivo. Eu comecei a modificar o outro lado do meu rosto com o trabalho temático verde, como um meia língua verde, um símbolo om/unalome verde… Um tipo de design de eyeball tattooing “zumbi”, verde e preto, que eu fiz em mim mesmo na espelho. (Nota: tatuar o seu próprio globo ocular é uma das coisas mais estúpidas que você poderia fazer, não tentem experimentá-lo!)

 

1394048_161524277379667_1309045049_n                                                                                        (Tatuagem facial recém feita)

Para os meus planos futuros estou tentando me concentrar em terminar projetos antigos de tatuagem, tais como braços e tronco, então, eventualmente voltarei para a tatuar um pouco mais do meu rosto. Quanto as futuras modificações corporais, tenho planos para implantes subcutâneos em minhas mãos, e implantes transdermais de chifre em meu crânio.

10486919_239550826243678_981877216_n                                                                       (O olho “zumbi”, design por Corey)

 

T. Angel: Qual tipo de procedimento você faz? E qual o tipo de procedimento você não faz e por quê?
Corey Morgue: Meu procedimento favorito é a tatuagem de injeção. Não é algo que se vê com muita frequência, e isso é o que eu amo. Eu tatuei meu próprio globo ocular, a minha língua e meus genitais usando minhas próprias técnicas de injeção de pigmento. Eu sempre documento as minhas experiências, algumas delas eu escolho para publicar no meu site para que pessoas no mundo inteiro sejam capazes de aprender algo novo. Alguns procedimentos eu não ofereço, incluindo: tongue splitting (já fiz alguns, mas eu não gosto de fazer), os implantes em 3D, e escultura da cartilagem da orelha. A razão de eu não oferecer alguns procedimentos é porque eu prefiro aproveitar o meu tempo para refinar meus procedimentos, e dominá-los um a um.
Estou pensando em ser um modificador do corpo para o resto da minha vida, esta é a minha paixão e eu não a teria de nenhuma outra maneira… O que significa que eu preciso ir devagar, e ficar na minha zona de conforto até a hora certa, quando estiver pronto para levá-la ao próximo nível. Quando chegar a hora, e eu estiver pronto para dar os próximos passos na minha carreira, eu irei fazê-lo com total confiança e formação adequada.

10153676_219739038224857_1237278901_n                                                                                (Trabalho feito por Corey Morgue)

T. Angel: Eyeball tattooing é um dos serviços que você faz. Na sua opinião qual é o maior risco sobre o procedimento e como você percebe isto em torno do mundo agora agora?
Corey Morgue: Eyeball tattooing é algo que eu passei a maior parte de um ano pesquisando, principalmente de forma independente, mas com um pouco da colaboração de profissionais daqui e dali também. Há apenas um punhado de artistas de renome que têm um excelente histórico com o procedimento e não causam complicações desnecessárias. Eu tomei meu tempo e esperei até ficar 110% confiante com a minha própria técnica pessoal, antes apenas de mergulhar e causar explosões subcutâneas, como a maioria destes “autodidata” têm feito. Não importa se o seu profissional fez 5, 10, ou até 50 eyeball tattooing, se causar problemas na maioria das vezes, eles estão sendo imprudentes e você precisa evitá-los, não importa o tipo de negócio que eles estejam oferecendo.
O maior e mais realista fator de risco na minha opinião é o glaucoma, que pode ser causado quando um profissional injeta muito pigmento e cria um dramático aumento da pressão intraocular. Glaucoma é um problema progressivo e você não pode pegá-lo até que seja tarde demais, por isso sempre faça a sua pesquisa! Não vá para o primeiro profissional que se oferecer para fazer o procedimento, vá para aquele que lhe oferecer fotos dos procedimentos cicatrizados (acima de 3 meses depois do procedimento) e que ainda tenha bons resultados. Qualquer um pode publicar uma imagem de eyeball tattooing recém feito e que parece estar bom, mas na maioria das vezes, se você realmente pegar um tempo para investigar, vai notar que na estrada de seus clientes tem coloração ao redor das pálpebras, ou conjuntivas distorcidas (caroços) por conta de excesso de aplicação e por a técnica ser ruim de modo geral.
Se o eyeball tattooing se tornar ilegal, poderemos agradecer aos “profissionais” que têm feito esses procedimentos sem qualquer preocupação com o bem-estar do seu cliente, porque eles são os únicos que são o problema.

T. Angel: Atualmente no Brasil temos um político tentando banir e criminalizar o eyeball tattooing. Uma parte da comunidade da modificação corporal brasileira está apoiando o político. Como você vê isso?
Corey Morgue: Eu tenho visto online um monte de trabalho mal feito que se originou do Brasil. Rumores de serem feitos em ambientes de trabalho muito anti higiênicos. Se você está disposto a usar o seu tempo e escolher um profissional mais bem formado e experiente para o trabalho, então estes picaretas não vão chegar a causar mais problemas e, na minha opinião, eles podem ser eliminados. Isto não é como um piercing no lábio, onde caso aja infectação, geralmente, você pode corrigir o problema sem muito incômodo. Estamos lidando com os globos oculares, os riscos são muito maiores, e não podemos simplesmente consertar um globo ocular que sofreu trauma desnecessário por um “profissional” ignorante.
T. Angel: Você conhece alguma coisa sobre a cultura da modificação corporal brasileira?
Corey Morgue: Não. Eu sou apenas um artista local em meu Estado e algumas áreas vizinhas. Sei de alguns profissionais brasileiros que ouvi  através do Facebook e outras redes sociais, mas eu não conheço nenhum deles pessoalmente.

 

T. Angel: Pra você, qual o future da modificação corporal?
Corey Morgue:
Eu não sei, mas eu tenho dois pensamentos principais sobre o futuro desta indústria.

1) Nos últimos 15 anos tem havido alguns saltos dramáticos e incríveis nos serviços que os profissionais da indústria são capazes de oferecer aos seus clientes. É realmente incrível o que podemos fazer para o corpo humano hoje em comparação com 50 anos atrás, quando a tatuagem e piercings eram considerados “extremos” ou “tabus”. Só posso esperar que o futuro trará ainda coisas mais emocionantes, coisas que não podemos atualmente mesmo conceber em nossas mentes.

2) Ou esta opção: onde a indústria fique alagada com profissionais irresponsáveis ??que não têm preocupação outra que a “fama da mídia social” e os resultados a curto prazo para que eles possam encher os bolsos com dinheiro. Se é assim que vai ser, então eu posso ver toda a subcultura e da indústria transformando-se em uma confusão gigante, e mais oficiais do governo entrando e tentando desligar tudo isso.

T. Angel: Se as pessoas quiserem te contatar para agendamentos de trabalho?
Corey Morgue: Eu normalmente trabalho no Oeste de Virgínia / Ohio / Pensilvânia / Michigan (Estados Unidos), por isso, se você está nesses Estados não hesite em me contactar e agendar uma consulta. Viagem não é um problema.
Você pode ver alguns exemplos de meu trabalho, leia minha biografia, e encontrar as minhas informações de contato em meu site oficial: http://coreymorgue.com/

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About T. Angel

No cenário da modificação corporal brasileiro desde 1997, inicialmente como entusiasta e posteriormente atuando no campo da pesquisa. Parte de seu trabalho está incluso no livro "A Modificação Corporal no Brasil - 1980-1990" e grande parte depositada aqui no FRRRKguys.com.br.