Estréia no Cineclube: Belo Monte – Herança da Ditadura

0 Flares 0 Flares ×


Aos 45 minutos do segundo tempo de um jogo de empurra que se prolonga por mais de 30 anos, apresentamos videos extremamente didáticos sobre a controversa e hiper-complexa “menina dos olhos” e “cavalo de batalha” do governo brasileiro: a construção da usina hidrelétrica na região do Rio Xingu.

A hidrelétrica provocará a inundação de 100.000 hectares de floresta, impactando centenas de quilômetros do Rio Xingu e expulsando mais de 40.000 pessoas, incluindo comunidades indígenas de várias etnias que dependem do rio para sua sobrevivência.

O projeto e a maneira como o governo vem se utilizando de “criatividade” jurídica para viabilizar a obra evidenciam e atestam a verdadeira caixa-preta que é a política energética do país. Decisões estratégicas relativas a questões da mais alta prioridade no contexto dos desafios do século XXI são tomadas por uma esfera blindada, formada pelo governo, tecnocracia estatal e interesses das construtoras, absolutamente refratárias à participação da sociedade.

Belo Monte é a parte visível deste resquício de autoritarismo arbitrário e sem transparência que a sociedade brasileira não pode mais aceitar.

A sessão de estréia do Cineclube Socioambiental Crisantempo exibirá videos e receberá para uma conversa Renata Pinheiro, da coordenação do Movimento Xingu Vivo Para Sempre.

COQUETEL + ECODRINKS

Direção: Movimento Xingo Vivo para Sempre
Duração: 60min.
Ano: 2010
Site: http://www.xinguvivo.org.br/

Convidada: Renata Pinheiro – Coordenação do Movimento Xingu Vivo para Sempre

Entrada franca e solidária.
+ www.cineclubesocioambiental.org.br

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

Deixe uma resposta