Artista da performance capixaba é encontrado morto na Turquia

0 Flares 0 Flares ×


Essas são as linhas que escreveremos com a mais profunda dor no coração. Nos recusamos a mostrar imparcialidade jornalística em um momento que estamos em pedaços. Nunca pensamos que um dia teríamos que fazer uma nota, comunicando o falecimento de um amigo. Mas é preciso fazê-lo, pois além de amigo e admirador do nosso trabalho por aqui, Marcus Vinícius era um artista da performance bastante conceituado e rodou o mundo apresentando o seu trabalho nos mais diversos festivais.
As linhas que escrevemos aqui, são acima de tudo uma forma de respeito e uma maneira de expressar as nossas condolências.

Marcus Vinícius, 27 anos, era de Vitória (ES), todavia estava sempre na estrada. Recentemente viajou para Mongólia, de lá para Istambul onde apresentaria os seus trabalhos e retornaria ao Brasil no começo de Setembro. Todavia, foi encontrando morto no hotel em que estava hospedado. Segundo informações dos familiares, nos últimos contatos Marcus havia se queixado de fortes dores na cabeça. Logo os contatos cessaram e no dia seis de Setembro o consulado comunicou o falecimento para a família.

Agora estão ocorrendo os procedimentos burocráticos para que o corpo do artista retorne ao Brasil, onde será cremado em uma cerimônia restrita aos amigos e familiares.

Perdemos um amigo, que foi cedo demais embora daqui. Perdemos de forma prematura um artista fabuloso da arte da performance. A arte contemporânea está em luto, nós estamos em luto.

A obra de Marcus jamais será esquecida.
Sua alegria e talento irão seguir nos motivando.
Acabamos essas linhas com o rosto molhado em lágrimas. Descansa em paz guerreiro.

Última foto postada pelo artista, do trabalho “The Visible & The Unconscious” apresentado na 2nd Land Art Biennial Mongolia LAM 360º, in Ikh Gazriin Chuluu, Dungobi, Mongolia.

Fanpage
https://www.facebook.com/pages/Marcus-Vin%C3%ADcius/134994359854257

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

Deixe uma resposta