Cruzes! Indignação seletiva, preconceito generalizado

0 Flares 0 Flares ×

314295989_661b5faea5Fonte: http://bodyartbr.blogspot.com.br/2010_12_01_archive.html

Ainda não entendi muito bem a indignação seletiva por parte da comunidade da modificação do corpo em relação a crucificação da transexual durante a Parada LGBT de São Paulo. Muito discurso de ódio, muita intolerância, homofobia e transfobia circulando livremente nas mais diversas publicações… Do entusiasta, passando pelo body piercer descolado, o tatuador talentoso e nem mesmo as pessoas que trabalham com a mídia para essa comunidade escaparam de despejar preconceito na rede. Aquele que normalmente fica velado ou que só acontece nas rodas de amigos héteros para falar do “viadinho” (sic) ou “do traveco” (sic).

Em síntese, o que todo texto que vi circulando diz é que vocês querem ver o gay limpinho guardado dentro um bom armário e se possível amordaçado. Diz que vocês querem ver as travestis se prostituindo em alguma avenida qualquer para poder passar com os amigos de carro e chamá-las de João, Pedrão ou Paulão e quem sabe até convidá-las para uma partida de futebol ou quem sabe algum outro tipo de violência que for mais conveniente com o momento e com o humor de vocês. A indignação de vocês é seletiva deveras.

A parte boa disso é que a gente passa a saber com clareza em qual estúdio não ir, qual profissional não contratar e não divulgar, qual revista não comprar e tudo mais. Não é a melhor forma disso acontecer, mas é a que temos e o boicote deveria ser uma ferramenta cada vez mais usada por todos nós.

E já que a conversa é sobre cruzes, me digam…

Tatuagem de cruz ainda pode?

Tatuagens-de-cruzes-e-simbolos-cristaos-06Fonte: http://www.tintanapele.com/2012/06/tatuagens-de-cruzes.html

Implante de cruz ainda pode?

subcross 2Fonte: https://sclike.wordpress.com/2008/07/16/a-cornucopia-of-tattoos/

Suspensão que tem nome de crucificação ainda pode?
Crucifix_Suspension-1Fonte: http://wiki.bme.com/index.php?title=Crucifix_Suspension

Quando pode? Quem pode? Quem define essas regras todas?
A impressão que fica é que só as pessoas transexuais, lésbicas e gays é que não podem nada. Para essa população o próprio direito de ser é negado e isso é bem errado, principalmente partindo de um grupo que também sofre opressão social, como a comunidade da modificação do corpo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

1 thought on “Cruzes! Indignação seletiva, preconceito generalizado”

  1. Creio que é um tanto quanto contradição esse tipo de critica à travesti, por parte de modificares e modificados corporais. Pelo meu ponto de vista alguém trans modifica seu corpo como forma de expor sua subjetividade, assim como são as modificações mais simples tais quais piercings, alagadores e tatuagens. Muita tolice por parte dessa galera em não se por no lugar ou se lembrar de algum preconceito e/ou descriminação já sofridas.

Deixe uma resposta