Fotógrafo japonês nos mostra tudo aquilo que não queremos ver

0 Flares 0 Flares ×

Fotos: Manabu Yamanaka | Divulgação

A sociedade contemporânea é aquela que odeia o corpo. Odeia tanto que esconde, oculta e transforma a fisicalidade humana em um simulacro daquilo que não somos e nunca seremos. É uma super valorização do corpo, só que ao contrário…

Nessa busca desenfreada para atender os mais terríveis dogmas da beleza padronizada, como é lidar com corpos que “fogem” dessas regras todas? Quase sempre a sociedade contemporânea é bem eugenista: trata como sujeira e elimina.
Corpos que oferecem realidades diferentes das massificadas, quase sempre causam um ruído tremendo. Incomodam. Obviamente que não generalizando.

O fotógrafo japonês e budista Manabu Yamanaka já enxerga nesses corpos poesia para a sua obra. Nascido em Hyogo em 1959, e se mudando para Tokyo aos 23 anos de idade, Yamanaka iniciou sua carreira com fotografias comerciais. Em 1989 lançou Arakan, série com retratos de moradores de rua, o que posteriormente marcaria a sua carreira. O fotógrafo no entanto nunca deixou de lado o seu interesse em trabalhar com esses corpos marginalizado pela sociedade e vem registrando pessoas com deformidades físicas, crianças e moradores de rua, assim como idosos de bastante idade. O que abarca inclusive fotografias de nus.

Mesmo que relativamente desconhecido no Japão, Yamanaka já teve o seu trabalho exibido na América e Europa.

Abaixo algumas imagens do delicado trabalho de Yamanaka.

Para ver mais:
http://www.ask.ne.jp/~yamanaka/index-e.html

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About T. Angel

No cenário da modificação corporal brasileiro desde 1997, inicialmente como entusiasta e posteriormente atuando no campo da pesquisa. Parte de seu trabalho está incluso no livro "A Modificação Corporal no Brasil - 1980-1990" e grande parte depositada aqui no FRRRKguys.com.br.