Tatuador de Canoas faz discurso gordofóbico

0 Flares 0 Flares ×

nnn

O tatuador Djonatan da Silva de Canoas, Rio Grande do Sul, fez uma publicação gordofóbica em sua página do Facebook. Na ocasião, o rapaz publicou uma imagem fazendo uma careta seguida do texto que reproduzimos abaixo.

Sem Título-1Reprodução: Facebook

Segundo o texto “Gordofobia: um assunto sério” de Jarid Arraes, ela nos apresenta que:

“Não é necessário nenhum esforço extraordinário para compreender a gordofobia; a própria palavra sugere um acentuado desconforto e sentimento de repulsa contra pessoas gordas. Tal postura é tão enraizada em nossa cultura que a maioria das pessoas imediatamente remete pensamentos gordofóbicos às mais variadas imagens e situações: por exemplo, acham inaceitável uma mulher gorda vestir roupas justas ou frequentar a praia de biquíni; sentem desprezo por um homem obeso que come prazerosamente na praça de alimentação do shopping. Há um vasto leque de imagens negativas que demonstram como pessoas gordas são percebidas na sociedade, quase sempre representadas como desagradáveis e repulsivas.”

Gostaria aqui de frisar as sensações de desagradáveis e repulsivas que estão relacionadas com a gordofobia e obviamente que também com todo corpo que é entendido como abjeto e subalterno. Essas sensações são as mesmas que incontáveis vezes ouvimos que as pessoas têm sobre os corpos modificados. Friso as duas sensações, pois me parece que falta coerência e bom senso em fazer parte de um grupo que sofre opressão social e, ignorando completamente esse fato, segue reproduzindo e fazendo a manutenção declarada de um discurso que é preconceituoso e violento.

Uma garota – também tatuadora – que se sentiu ofendida pela publicação, alegando que a mensagem era preconceituosa, foi obviamente destratada e convidada para se retirar da discussão, que visivelmente só tinha espaço para a ignorância. Perceba que não houve respeito nem com a colega de profissão. Ao mesmo tempo várias pessoas e fanpages ligadas com a luta contra a gordofobia expunham o caso através de compartilhamentos. A maioria pedindo o boicote ao trabalho do tatuador.

Veja bem, você pode ser um bom tatuador, um mau tatuador ou até estar naquele processo de aprendizagem em que se tatua mais ou menos. Mas você não pode ser mais ou menos ético, ou você é ou você não é ético. Desrespeitar publicamente uma clientela – que veja bem, são pessoas – com piadas sobre seu corpo não é engraçado, não é divertido e não é ético. Um profissional sério, que evidentemente não é o caso, saberia disso.

O tatuador se esqueceu que a relação dele com a possível cliente gorda que deseja ter uma pimenta na virilha é estritamente comercial. Isto é, a cliente paga por um serviço e ele como o prestador de serviço que é, deve no mínimo tratá-la com respeito e realizar o serviço muito bem. Ele – o tatuador – não precisa gostar do que a sua cliente vai tatuar, uma vez que o corpo é dela, a subjetividade é dela e a escolha é dela. Se a cliente é gorda é quer ter uma pimentinha, um pé de pimenta inteiro ou o mapa mundi na virilha, ela pode ter e vai ter. E o tatuador que for realizar o serviço deve tratá-la da melhor forma possível, orientá-la para que o trabalho fique impecável e respeitando sua escolha e a sua pessoa. É para isso que se paga para um serviço.

Se o seu tatuador ou tatuadora faz discurso de ódio gordofóbico, talvez seja hora de procurar um profissional de verdade, que no mínimo não vai te constranger e nem fazer piadas daquilo que você é. Esse mundo anda tão complicado, como já cantava Renato Russo, não precisamos de mais ódio, não é mesmo?

O que nos deixa em choque é a quantidade de preconceito que existe em um grupo que deveria estar lutando nesse exato momento contra todo e qualquer tipo de atitude e mentalidade preconceituosa. Parece que modificar a carcaça é fácil, difícil mesmo é encontrar o equilíbrio na transformação que se faz do corpo com aquela que se deveria fazer no mundo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

15 thoughts on “Tatuador de Canoas faz discurso gordofóbico”

  1. Acho o fim da picada esse tipo de preconceito sujo principalmente quando ele vem de pessoas que sabem o que é ser descriminadas, profissionalismo zero da parte desse sujeito cliente é cliente seja ele gordo ou magro, trans ou cis seja la como for ele tem a obrigação de executar o seu trabalho e ponto!

  2. Texto, como sempre, no ponto!
    Só não concordo com uma coisa: a relação do tatuador com a cliente não é estritamente comercial porque, acredito, o processo não permite que seja assim. Há uma prestação de serviço, mas que requer um nível ainda que mínimo de intimidade, principalmente se a tatuagem for feito em algum local mais íntimo. O tatuador precisa inspirar confiança na cliente e não basta ser um profissional se ele se mostrar distante ou invasivo demais. Afinal, estamos ali, observando, tocando, modificando o corpo de uma pessoa, né?!

      1. Rafael, acho q vc não entendeu bem o q eu disse. O tatuador foi contratado pra fazer seu trabalho e justamente o seu trabalho ENVOLVE fazer com q o cliente se sinta bem e tenha confiança no tatuador. Por isso eu disse q não é estritamente comercial e envolve um lado emocional pelo simples fato d o tatuador estar atuando diretamente no corpo de seu cliente.

  3. Não é a primeira vez que vejo esse tipo de coisa. Essa gente me dá nojo, não é possível! O pior é que a gente entra no estúdio esperando um profissionalismo que muitas vezes está longe de existir. Vejo muito tatuador “rebelde lifestyle” querendo justificar esse tipo de atitude.

  4. Thi sempre maravilhoso ao escrever, ao colocar assuntos como esse em debate, nessa sociedade em que as pessoas brigam para aceitação do diferente, mas não aceitam o que é diferente, além de não entenderem ainda são preconceituosos desrespeitando uma possível nova cliente e perdendo respeito dos colegas de profissão.

  5. Conversa iniciada – Quinta
    Henrique Andrighi – 28/1/2016 19:51
    Como Body Piercer que está começando agora, eu posso dizer com todas as letras que sinto vergonha de dividir o mesmo título de trabalho com você.
    Eu não compartilhei o seu Status, não quero e tampouco preciso desse tipo de comentário na minha linha do tempo, não vou denegrir a sua imagem pois você mesmo já mostrou que é capaz de fazer isso muito bem, apenas saiba que para mim e para muitos tatuadores da região Sul, você é um babaca.
    Quem te apoia hoje são teus amigos, leve-os para vida toda, pessoas com bom senso e que não tem porque ter um certo grau de tolerância com você, não aceitarão isso tranquilamente.
    Até qualquer convenção.

    Djonatan Da Silva – 08:50
    Sabe onde me achar vem e me fala isso na cara
    Djonatan Da Silva – 08:58
    Vim falar por aqui è muito facil

    Djonatan Da Silva – 11:12
    Vcs sao td um bando de alienado q nao entendem uma brincadeira c quer
    Falar mal de mim na internet è facil
    Quero ve vim aqui e mostrar a cara

    Henrique Andrighi – 13:04
    Vai fazer o que cara? Tentar me bater?
    É isso que tu quer? Que tu faz geralmente com quem discorda de ti ou te acha babaca?

    Djonatan Da Silva – 13:05
    Cara vc nao tem o q fazer
    Ja t disse quer falaralguma coisa vem aqui
    Geraçao mimimi do facebook

    Henrique Andrighi – 13:06
    Eu sinceramente não pretendo perder mais do meu tempo contigo, jamais iria até o teu estabelecimento te ofender, tenho prioridades na minha a vida, mas se eu fosse e isso acontecesse, você no mínimo me indenizaria, podendo até passar uns dias na detenção.

  6. Pra começo de conversa esse estúdio é um lixo, o cara é um retardado q tatuou os olhos
    Fui fazer uma avaliação uma vez o cara totalmente prepotente, se achando o maximo com
    Aquela aparência redicula ou seja não enxerga o proprio rabo e quer julgar a aparência diferente da girdinha… Vai se fuder camarada, tomara q fiique cego daí tu não veria uma gordinha tatuando uma pimenta na virilha

  7. Hahaha esse troxa deve ter perdido muitos clientes sou de canoas e jamais faria com ele até pq essa cara de ridículo não deve ser um ótimo tatuador saudades do Jorginho aquele era especial pessoa querida e ética.

Deixe uma resposta