Tatuadora acusada de racismo justifica dizendo ser ação de fakes…

0 Flares 0 Flares ×

“Entendemos que compomos uma minoria. Entendemos que, assim como as chamadas minorias, sofremos opressão e parte de um processo de exclusão social e segregação espacial. Por isso e com a plena consciência do sistema violento que vivemos é que endossamos os discursos e lutas contra a misoginia, o machismo, o elitismo, o sexismo, a gordofobia, o racismo, o capacitismo, o etarismo, as LGBTQIfobias, a xenofobia e etc.”
Manifesto Freak

Uma jovem tatuadora de Blumenau, Santa Catarina, está sendo acusada nas redes sociais por comportamento racista após a exposição de uma suposta conversa em que está envolvida.

Nos prints que estão sendo divulgados a mesma aparece debochando de um cabelo black power de uma jovem mulher negra, que é influencer e cantora. Quando teve questionado o seu comportamento racista justificou negando, ao mesmo tempo que usou a expressão “filhotes de escrava” (sic).

Nos outros trechos do material divulgado a tatuadora diz que sofre muito preconceito por ser linda, malhada e bem sucedida. Em suas palavras, “não vem dizer que só essas pretas que sofrem preconceito” (sic).

Tudo nos parece exageradamente racista e revoltante. Guarde essa informação e, por favor, termine a leitura.

Conversa divulgada hoje nas redes sociais. Foto: reprodução /Facebook

Poucos minutos atrás em sua conta no Instagram, a jovem tatuadora publicou um vídeo pedindo para que não acreditem no que vem sendo divulgado e diz estar em choque. Aponta que as conversas foram fraudadas por fakes, que não é a primeira vez que algo assim acontece e que estará indo na delegacia fazer um boletim de ocorrência.

A acusação assim como os registros são extremamente graves e precisam ser acompanhados pelos órgãos responsáveis por crimes de ódio e injúria racial. É preciso cautela com o linchamento virtual antes da averiguação dos fatos. Aqui é o momento em que nos desculpamos porque no calor da emoção compartilhamos em nosso Facebook as publicações sem ter certeza se são reais ou não. Falha nossa, nos perdoem. A acusação é bastante grave, como dissemos, e consideramos que precisa ser tratada e averiguada com os órgãos responsáveis.

O que temos de real e de concreto é o racismo no Brasil (e para além daqui). O que temos de real e concreto é que a jovem negra exposta existe e que de antemão é a vítima da história. Ela, por sua vez, está ciente de que foi vítima de injúria racial e tem usado seu perfil no Instagram para denunciar o caso, agradecer pelo apoio e acreditamos que também esteja buscando os órgãos responsáveis que lidam com tais crimes. Em suas palavras, “o racismo existe e ele está aí, hoje vocês viram” (sic).

Estaremos acompanhando o caso a fim de apurar as informações e não expor ninguém a riscos desnecessários. Se for um crime de fraude é grave e precisa ser tratado enquanto tal e seria importante que a tatuadora tornasse pública a informação. Crime de injúria racial já é, só nos resta agora saber de quem é a real autoria e torcer para que seja enquadrado dentro da lei. E isso nós queremos saber e ver.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

1 thought on “Tatuadora acusada de racismo justifica dizendo ser ação de fakes…”

Os comentários estão fechados.