Britânico cego recupera a visão após cirurgia pioneira que envolve o implante de um de seus dentes no olho

0 Flares 0 Flares ×

Foto: reprodução BBC News Health

637305-blind-man-tooth-operation-ian-tibbetts

Certo, o título da matéria pode gerar uma certa confusão, reconhecemos. Por outro lado, e ao mesmo tempo, pode levar você a se perguntar o que um site de modificação corporal está querendo falar de medicina. Pois é, esperamos que as linhas abaixo respondam as suas dúvidas.

No último dia 08 de Outubro foi exibido na BBC (Reino Unido) um documentário intitulado The day I got my sight back (algo como: “O dia em que eu recuperei a minha visão”). O filme apresenta o caso de Ian Tibbetts, 43 anos, que danificou seus olhos em um acidente industrial quando uma sucata rasgou sua córnea em seis lugares, mas que no entanto pode recuperar sua visão através de uma operação radical e inovadora.

A cirurgia possibilitou que Tibbetts conseguisse ver seus filhos gêmeos, 4 anos, pela primeira vez. “Eu apenas chorei, dei um grande abraço neles e um beijo. Eles eram completamente diferentes do que eu imaginava“, disse o pai britânico. Impossível não imaginar e se emocionar com a alegria desse momento.

637301-blind-man-tooth-operation-ian-tibbetts

O procedimento recebeu o nome de Osteo-odonto-keratoprothesis ou OOKP pelo cirurgião oftálmico Cristopher Liu no Susses Eye Hospital em Brighton.

Importante destacar que senhor Tibbets e sua esposa concordaram com a cirurgia revolucionária depois que todas as outras opções e tentativas de cirurgias falharam, criando uma situação de depressão e impossibilitando o senhor britânico de trabalhar.

Como se pode imaginar estamos falando de uma operação demasiadamente complexa e que por sua vez foi dividida em duas partes, falando obviamente apenas dos procedimentos. Na primeira, o dente e parte da mandíbula foi removida e uma lente foi inserida no dente utilizando-se uma broca.O dente e lente foram implantados abaixo da órbita ocular. Depois de alguns meses, uma vez que o dente fez crescer tecidos e desenvolveu um fornecimento de sangue,aconteceu a segunda parte. Nesta, parte da córnea foi aberta, cortada e removida e o dente é costurado no globo ocular.
Uma vez que o dente era do próprio paciente, não houve quadro de rejeição pelo corpo.

Sally George, responsável pelo documentário, disse para BBC que o “dente é como uma moldura que sustenta esta pequena lente de plástico“.

Depois da operação, a visão foi retornando gradativamente o que permitiu, como dissemos acima, que Tibbetts pudesse ver os rostos de seus filhos pela primeira vez.

Agora a visão de Ian Tibbetts está em torno de 40%, algo bastante significativo para quem não enxergava nada.

Para quem o vê pela primeira vez pode estranhar, o novo olho tem a coloração rosa e uma pupila preta. Os olhares de estranhamento passam longe de incomodar aquele que agora pode, por fim, enxergar novamente.

O documentário ainda não foi exibido no Brasil, mas vamos torcer para que o seja. É um avanço e um marco para ciência. É um avanço e um marco na discussão e debate sobre a normatividade do corpo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

Deixe uma resposta