Em busca das línguas coloridas

0 Flares 0 Flares ×

DSC03942EDITED(Foto: T. Angel | Primeira semana do procedimento)

Em outubro do ano passado escrevemos um longo texto sobre a tatuagem na língua, que você pode CLICAR AQUI para ler ou reler, caso já o tenha feito antes. A verdade é que seguimos buscando novos casos em que houve a tentativa de se tatuar a língua e é sobre isso que falaremos agora.

Nos últimos meses o body modifier brasileiro Angelo Martinez, conhecido como Freak Boy, fez dois procedimento de tatuagem na língua, através da injeção de tinta. Em um dos casos o profissional fez nele próprio. O resultado das primeiras semanas tinham sido sido satisfatórios e teremos muitas informações e inclusive mais precisas, através de uma entrevista que estamos fazendo com ele e que em breve será publicada no FRRRKguys.

No meio de nossas pesquisas tivemos contato com o trabalho do body modifier alemão Chase Campbell. No caso em questão o profissional não fez a pigmentação da língua, que na realidade é um procedimento que ele não realiza, mais um tongue splitting em uma unidade já pigmentada. Na imagem abaixo podemos ver a quantidade de tinta que ficou no meio da língua.

11870864_10153069875541938_2574410609052975614_n

Chase alerta sobre os riscos – inclusive desconhecidos – em ter essa quantidade de tinta na língua. Ele esperava que com a incisão pudesse ocorrer da tinta sair, o que não aconteceu. Em nosso primeiro texto já alertávamos sobre os riscos e novamente voltamos a frisá-los. É um procedimento experimental e que poucas pessoas ao redor do mundo se submeteram.

Em breve voltaremos com mais informações sobre essa técnica.

CONTATOS
Angelo Martinez
https://www.facebook.com/angelobodymod

Chase Campbell
https://www.facebook.com/Zentriratna

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

1 thought on “Em busca das línguas coloridas”

Deixe uma resposta