O artista e tatuador André Cruz busca suporte para arte

0 Flares 0 Flares ×

Foto: divulgação

1545162_243180105849608_2070662540_n

O artista e tatuador André Cruz do Paz Tattooagem (SP) busca suporte para arte. É um projeto de tatuagem que pretende ser desenvolvido em 2014. O desenho faz parte de uma série do artista com animais diversos, a exemplo das imagens que publicaremos abaixo. O desenvolvimento do projeto necessita de um suporte com os seguintes pré-requisitos: – Mulher cisgênera; – Pele branca; – Corpo magro; – Que não tenha tatuagem na região a ser utilizada; – Que aceite ser fotografada durante o processo e igualmente com o mesmo finalizado para portfólio do artista; – Que tenha uma boa tolerância para dor; – Comprometimento; O desenho não poderá ser alterado, uma vez que ele é o croqui da criação do artista. A tatuagem não será cobrada e pretende-se finalizá-la em seis meses, por isso a necessidade de boa tolerância à dor. Quem preencher os pré-requisitos e tiver se interessado, é só ligar e agendar uma reunião. Telefone: 55 11 9 8338 8377 CLIQUE AQUI para conhecer mais sobre o André Cruz em uma entrevista exclusiva que fizemos com ele.

Série do artista…

Nota: Apenas para esclarecer, o artista não pretende ofender ninguém que não esteja dentro de seus pré-requisitos. Para este projeto essas são as necessidades que envolvem a produção da obra. Quem acompanha o nosso trabalho sabe que não apoiamos ações racistas, gordofóbicas, sexistas e cissexistas. Justamente por isso conversamos diretamente com o artista e entendemos que se trata de uma necessidade específica para um projeto igualmente específico. Escrevemos essa nota extra apenas para reforçar o nosso respeito com todos os corpos, sexos, gêneros e cores. Sem a diversidade, não haveria vida.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

6 thoughts on “O artista e tatuador André Cruz busca suporte para arte”

  1. Desde que conheci o frrrk guys respeitei pelo conteúdo e as informações que tal levava, ainda tem bastante coisa bacana.Mas depois daqui não me representa mais ;/.Só uma mulher gorda, trans ou negra pode falar o que ela sente ao ser excluída de qualquer tipo de projeto(etc), a dor que ela vai sentir só ela vai saber( e ás vezes nem é possível descrever, por que são sentimentos).Eu também não posso dizer com total afirmativa como uma mulher trans, negra ou gorda se sentiu, apesar de também não estar “dentro desses pré-requisitos necessários”, mas o minimo que eu posso fazer é não apoiar toda e qualquer forma de exclusão, essas coisas que nos colocam pra baixo e que fazem com que a gente perca o amor por nós e se sintamos inferiores.Por que eu tô cansada dessa porra toda, pra mandar no nosso corpo, nas nossas vidas já basta o patriarcado.

  2. Maria, lamentamos pela sua leitura, mas respeitamos a sua decisão. Realmente somente uma pessoa gorda, trans*, negra (para me concentrar apenas nos exemplos que você citou) pode dizer o que ela sente e como sente mediante as situações da vida e em nenhum momento dissemos o contrário (e nem poderíamos). Acho que a nota que deixamos acima seria suficiente para responder a sua colocação, mas ao que parece não, uma vez que depois de um mês surge o seu comentário aqui. Como pessoa que frequentou a minha casa e conhece um pouco como penso, esperaria outra atitude sua, mas há um abismo entre o que esperamos das pessoas e das ações dela na prática. Acho também que você deveria olhar para a obra do André no geral e não centrar apenas em UM projeto e se assim você o fizesse veria a quantidade de corpos que ele tem trabalhado desde que ele começou. Por favor não se esqueça também de olhar para o próprio artista, para não descontextualizar ainda mais a situação.
    Você também poderia olhar para o nosso histórico (falo do site e falo do meu pessoal) para saber que igualmente não apoiamos qualquer tipo de exclusão. Entendemos que ele como artista tem as suas necessidades para os seus trabalhos e não olhamos isso como sendo uma exclusão. Mas cada um olha para a mesma coisa de diferentes formas. Acontece.
    Somos totalmente a favor de que as pessoas tenham total autonomia sobre os seus corpos, mas acho que isso você já sabe.

    Lamentamos se a nossa publicação te causou um mal estar, não foi a intenção.
    Qualquer dúvida escreva-nos por email frrrkguys@gmail.com

Deixe uma resposta