Entrevista com Cristian Rocha sobre o eyeball tattooing

0 Flares 0 Flares ×

10711502_1502736066639969_689293309_n

Cristian Rocha é mais um brasileiro que pigmentou os olhos. Diferente das outras tantas pessoas que entrevistamos e, que não tiveram grandes problemas, ele teve alguns. Em seu procedimento ocorreu o erro que tem sido mais comum – até o presente momento –  no histórico da pigmentação do olho, o vazamento de tinta que marca toda a pele ao redor do globo ocular. Essa falha já aconteceu com algumas dezenas de pessoas ao redor do mundo e não é um problema específico do Brasil.

O procedimento ao qual Cristian Rocha se submeteu nos reforça a ideia de que o eyeball tattooing é um procedimento novo, bastante complexo e que oferece uma gama de riscos. Se uma pessoa pessoa deseja ter os olhos pigmentados – e defendemos o direito de que ela possa fazer isso – é importante que haja informação e conscientização de todos os riscos possíveis. Com isso, afim de esclarecer, não estamos fazendo apologia para que todas as pessoas saiam pigmentando os seus olhos, apenas queremos minimizar através da informação a quantidade de acidentes que possam acontecer.

Optamos em fazer as questões de maneira bastante didática, para tentar ao máximo que esse material tenha um potencial educativo. Pode ser que em algum momento soe primário demais, mas se é esse o nível que nos encontramos, é assim que precisa ser.

_______________________________________

T. Angel: Quando você fez o seu eyeball tattooing?
Cristian Rocha: O procedimento já foi feito há um ano e 7 meses.

 

T. Angel: Quem realizou o procedimento?
Cristian Rocha: Jefferson Saint.

 

T. Angel: Você esteve e está ciente de todos os riscos que envolve o procedimento?
Cristian Rocha: Sim e muito além. Estudei e ainda estudo sobre o meu olho até hoje.

 

T. Angel: Como está a sua saúde ocular hoje?
Cristian Rocha: Não poderia estar melhor.

 

T. Angel: Você “retocou” o procedimento? Se sim, por quê?
Cristian Rocha:  Sim, retoquei para que ficasse mais escuro. Eu mesmo o retoquei.

 

T. Angel: Em algum momento teve problema leve ou grave por conta do eyeball tattooing?
Cristian Rocha: Sim, tive trauma e rompimento de veias sanguíneas  no globo ocular. Também tive alergia e estava se generalizando.

 

T. Angel: Como você lidou com o vazamento de tinta que ocorreu ao redor do olho?
Cristian Rocha: O vazamento eu já sabia que poderia acontecer, me dei super bem, pois usava lápis no olho para fazer olheiras e hoje eu só passo por cima bem clarinho e fica lindo. risos

10714711_1503929529853956_76458837_n

T. Angel: Fala-se muito de uma super sensibilidade à luz, você passa por isso?
Cristian Rocha: Sobre a sensibilidade, não tenho muito isso não, continuou normal.

 

T. Angel: Fala-se também sobre pessoas que pigmentaram os olhos e lacrimejam sem parar, com você acontece isso?
Cristian Rocha: Não lacrimeja muito, pelo contrário, o meu é meio seco e por isso uso colírio.

 

T. Angel: Passou por alguma consulta no oftalmologista depois do procedimento? Se sim, quando e como foi?
Cristian Rocha: Sim, logo de início e sempre estou indo; Meu médico disse que se nao desenvolver nenhum tipo de alergia por causa da tinta eu viveria com ele pintado para o resto da minha vida e sem problema algum.

T. Angel: Sente que a visão foi prejudicada por conta do procedimento?
Cristian Rocha: Não, a visão está a mesma.
T. Angel: As pessoas que são contra a prática do eyeball tattooing no Brasil, em sua maioria, alegam que quem pigmentou os olhos está ficando cego. Você está ficando cego?
Cristian Rocha:  
o estou ficando cego, pelo contrário, está tudo bem e passei a cuidar mais dos meus olhos.
T. Angel: Você se arrepende em algum momento de ter realizado o procedimento?
Cristian Rocha: Jamais!
T. Angel:Você é contra o projeto de lei que pretende tornar crime o eyeball tattooing no Brasil? Cristian Rocha: Bom, tenho o direito de fazer o que bem entendo do meu corpo, pois ele é quem me habita  e meu espírito. Habita minha energia, sendo ela ruim ou boa. Ninguém pode proibir o que você deve ou não fazer com seu corpo, pois para muita gente modificação corporal é cultura, um estilo de vida, uma doutrina, uma religião. Meu corpo, minha decisão!
T. Angel: Qual a sua posição diante das críticas e manifestações de pessoas da comunidade da modificação do corpo, que querem que o procedimento seja banido e se torne crime? Cristian Rocha: Eu me amo em primeiro lugar. Nada é descartado, tudo é reaproveitado. Seja ela uma crítica, seja ela um elogio. Acho que apenas deveria haver mais união entre todos e respeito uns com os outros.
___________________
Para assinar o repudio ao projeto de lei que pretende tornar crime o eyeball tattooing, clique no link abaixo: https://secure.avaaz.org/po/petition/Deputado_Rogerio_Peninha_Mendonca_PMDBSC_Pedimos_o_arquivamento_imediato_do_PL_57902013/?cWKTwfb
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About T. Angel

No cenário da modificação corporal brasileiro desde 1997, inicialmente como entusiasta e posteriormente atuando no campo da pesquisa. Parte de seu trabalho está incluso no livro "A Modificação Corporal no Brasil - 1980-1990" e grande parte depositada aqui no FRRRKguys.com.br.