Retrospectiva Frrrk Guys 2013

0 Flares 0 Flares ×

2013

1. Foi o ano e que perdemos um dos maiores nomes da modificação corporal contemporânea. Em março nos despedimos de Shannon Laratt, fundador do BMEzine.

http://www.frrrkguys.com.br/comunidade-body-mods-em-luto-shannon-larrat-descanse-em-paz/

Nota: Somada da morte de Denis Avner (1958-2012), ManWoman (1938-2012) e o fechamento da Piel Magazine (2001-2011), foram perdas bruscas para a comunidade da modificação do corpo.

Denis Avner http://www.frrrkguys.com.br/dennis-avner-que-descanse-em-paz-o-nosso-eterno-stalking-cat/

ManWoman http://www.frrrkguys.com.br/descanse-em-paz-manwoman-o-guerreiro-da-imaginacao-sagrada/

Piel Magazine http://www.frrrkguys.com.br/site-argentino-piel-magazine-completa-10-anos-e-encerra-as-suas-atividades/

 

shannon

 

2. Foi o ano em que Virada Cultural ficou sem o Palco da Arte Corporal, depois de três anos consecutivos. http://www.frrrkguys.com.br/palco-arte-corporal-nao-entra-na-programacao-da-virada-cultural-2013/

Nota: Apesar disso vimos com muita alegria a quantidade de pessoase eventos de suspensão que surgiram Brasil afora. Em nenhum outro ano houveram tantas coisas acontecendo dentro desse campo. Devemos seguir com esses trabalhos.

9

3. Foi o ano em que a imprensa nacional rasgou o verbo e deu inúmeras e incontáveis amostras do quanto é despreparada para falar sobre as modificações do corpo. A pior parte disso é assistir as próprias pessoas da comunidade da modificação corporal reproduzindo o discurso dessas mídias como se fosse correto. Foram tantos episódios, mas selecionamos um deles. http://www.frrrkguys.com.br/tatuadores-e-perfuradores-de-sp-temem-efeitos-de-uma-imprensa-sensacionalista/

Untitled-2

4. Foi o ano em que a França conseguiu proibir a tatuagem colorida no país.
http://www.frrrkguys.com.br/a-partir-de-janeiro-as-tatuagens-coloridas-estao-proibidas-na-franca/

1471311_610451745681718_1641489487_n

5. Foi o ano em que Arkansas conseguiu proibir os implantes com apoio de parte da comunidade da modificação corporal local. http://www.frrrkguys.com.br/mais-algumas-novas-reflexoes-sobre-politica-e-modificacao-corporal/

1057975_610310302327595_271042832_n

6. Foi o ano em que criaram um projeto de lei proibindo o eyeball tattoing no Brasil, recebendo apoio de parte da comunidade da modificação corporal. http://www.frrrkguys.com.br/projeto-de-lei-busca-proibir-tatuagem-nos-olhos-no-brasil/

10

7. Foi o ano em que os russos do The SINNER team voaram mais alto e quebraram seus próprios recordes (e limites). http://www.frrrkguys.com.br/recorde-mundial-com-a-queda-livre-com-suspensao/

1382002_662287727137965_1949319466_n

Aproveitando o “gancho” (hehehe) do último item de nossa retrospectiva… Desejamos que em 2014 possamos seguir o exemplo dos russos. Precisamos voar mais alto, quebrar nossos limites, romper as barreiras que tem nos separado como colegas, como profissionais, como entusiastas de uma prática secular. Que o mote do(s) próximo(s) ano(s) seja(m) a coletividade sincera entre todos nós. Do que adianta criarmos alianças com médicos e políticos quando quebramos a martelada as alianças que nos unem como grupo. Por mais que nunca tenhamos sidos (e não somos) homogêneos enquanto grupo. Nossas diferenças e diversidades devem ser uma ode para esse mundo cinza, uniformizado, pasteurizado, regrado e normal. Desejamos que possamos nos recuperar de todas as perdas que sofremos nos últimos anos e que tudo isso aconteça com muita humildade, respeito e responsabilidade com o outro.  Que a apropriação dessas palavras e seu emprego em nossas vidas não seja apenas da boca para fora, que seja de verdade. A gente precisa ser de verdade.

Temos que ter a consciência de que TODOS nós perdemos com a aprovação de leis que oprimam a nossa liberdade e direito de decidir sobre nossos corpos. Todos, direta ou indiretamente, serão afetados.  Todos seremos perdedores, inclusive quem nunca pensou em colorir as escleras.

O antagonismo que foi criado – e que tem sido bem alimentado por alguns – no seio da comunidade da modificação corporal tem que ter fim. Tem que ter fim pois ele é o retrato mais fiel do atraso, do retrocesso, da opressão e da mesquinharia humana. Como escrevemos meses atrás:

“Percebemos que se construiu (ou se acentuou) algo como a criação de subgrupos – antagônicos – entre body piercers, body modifiers e tatuadores. Acima de tudo percebemos uma resistência à prática e principalmente a fomentação de um discurso quase sempre conservador. Sobre isso escrevemos algumas linhas e você pode ler CLICANDO AQUI.”

Para finalizar repetimos algumas palavras que escrevemos esse ano, já que o espírito de retrospectiva nos permite a repetição:

“O momento pede ponderação, reflexão e principalmente muita troca e suporte mútuo entre todos. O tatuador deve lutar pelos seus direitos e deveres como tatuador, sem que para isso precise atacar quem trabalha com o piercing ou com modificações extremas. O body piercer deve lutar pelos seus direitos e deveres como piercer, sem que para isso precise atacar quem trabalha com a tatuagem ou com modificações extremas. O body modifier deve lutar pelos seus direitos como modificador, sem que para isso precise atacar quem trabalha com o piercing ou com tatuagem. É preciso lembrar que apesar das aparentes subdivisões categóricas, fim ao cabo o barco em que estamos é o mesmo. Se reconhecer como classe pode ajudar a fortalecer as nossas práticas e inclusive o seu respectivo reconhecimento profissional. “Não menos importante e principalmente reconhecer as nossas práticas como fenômeno social e cultural que acompanha a humanidade secularmente.”

Já que essa época do ano aproveitamos para fazer um balanço do que somos e do que temos feito, fica o pedido de reflexão sobre todas essas questões. Mudar de opinião, amadurecer ideias e reconhecer os nosso erros faz parte do nosso infinito processo de crescimento e evolução. Que todos possamos crescer e assim como os russos do The SINNER team, que possamos aprender a voar e  bastante alto e LIVRES. O trabalho deles é uma metáfora super apropriada ao momento.

O corpo precisa ser livre!

Boas festas para todos os nossos leitores e leitoras.

Amamos vocês. FRRRKguys team

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Reddit 0 Email -- 0 Flares ×

About T. Angel

No cenário da modificação corporal brasileiro desde 1997, inicialmente como entusiasta e posteriormente atuando no campo da pesquisa. Parte de seu trabalho está incluso no livro "A Modificação Corporal no Brasil - 1980-1990" e grande parte depositada aqui no FRRRKguys.com.br.